Agenda Cultural

"Quatro Marias"

04/12/2021

Depois da exposição "Três Marias", em 2019, o Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes, em Montalegre, tem o prazer de anunciar a exposição "Quatro Marias" de Maria Carvalho, Mariya Nesvyetaylo, Carolina Garfo e Cecílio de Fátima, de 11 de dezembro de 2021 a 06 de fevereiro de 2022.

Visite-nos a qualquer dia da semana, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. A entrada é gratuita. 

"O Atelier.bc e os seus discípulos"

09/11/2021

O Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes, em Montalegre, termina o ano de 2021 com a exposição "O Atelier.bc e os seus discípulos".

Uma exposição que conta com alguns dos trabalhos que os alunos d' O Atelier.bc realizam neste espaço, dedicado às artes. 

A exposição poderá ser vista entre 26 de novembro de 2021 e 11 de janeiro de 2022.

Relembramos que estamos abertos todos os dias das 10H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00. A entrada é gratuita. 

Visite-nos e deixe uma mensagem de incentivo a estes "pequenos-grandes" artistas barrosões. 

“Espólio Mineiro e Mineralógico de António Rita, Técnico e Entusiasta das Minas da Borralha”

05/11/2021

O Ecomuseu de Barroso - Centro Interpretativo das Minas da Borralha vai receber, a partir do dia 14 de novembro, domingo, a exposição “Espólio Mineiro e Mineralógico de António Rita, Técnico e Entusiasta das Minas da Borralha”.

Com esta exposição pretende-se dar continuidade ao trabalho de António Fernandes de Sousa, António “Rita”, no que respeita à preservação, valorização e divulgação do património cultural e geomineiro, dando-lhe visibilidade e tornando-a acessível ao público em geral.

Não deixei de visitar. A entrada é gratuita. 

"Um mundo a cores", de Paulo Fontinha

21/09/2021

A exposição "Um mundo a cores", do artista plástico Paulo Fontinha, irá estar patente na sede do Ecomuseu de Barroso, em Montalegre, entre o dia 30 de setembro e 28 de novembro de 2021.

A exposição conta com um conjunto de obras de grandes dimensões em que a técnica usada é o acrílico s/ tela. 

"Long Time No See", Renata Siqueira Bueno

15/08/2021

A exposição "Long Time No See", da fotógrafa Renata Siqueira Bueno, poderá ser vista, até ao dia 30 de setembro de 2021, no Ecomuseu de Barroso - Corte do Boi, em Pitões da Júnias, concelho de Montalegre. 

A entrada é gratuita. Aproveite e visite!

"Entre relevos e brumas - Serra do Gerês", Fafião

22/07/2021

Depois de passar por Montalegre, a exposição "Entre relevos e brumas - Serra do Gerês" do fotógrafo Mário Cunha, vai estar patente entre o dia 24 de julho e o dia 24 de setembro de 2021 no Ecomuseu de Barroso - Vezeira e a Serra, em Fafião, Cabril. 

Não perca esta exposição, garantimos que vale a pena. 

Tradições que nunca se perdem

22/07/2021

"Tradições que nunca se perdem" é uma exposição de João Félix, natural da aldeia de Codeçoso de Meixede e emigrado em Basel, Suíça. 

A exposição estará patente a partir do dia 24 de julho, sábado, no Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes, em Montalegre. 

Visite-nos, estamos abertos todos os dias das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. A entrada é gratuita. 

"Olhar Barroso II", exposição na Borralha

04/06/2021

"Olhar Barroso: Parque Nacional da Peneda-Gerês, reserva da biosfera" é o resultado da segunda edição do concurso de fotografia realizado pelo Ecomuseu de Barroso. 

Nesta exposição reunimos um leque de fotografias dedicadas, como o próprio nome do concurso indica, ao Parque Nacional da Peneda-Gerês, mais concretamente à zona inserida no concelho de Montalegre. 

A exposição esteve patente no Ecomuseu de Barroso - Espaço Padre Fontes, em Montalegre e no Ecomuseu de Barroso - Vezeira e a Serra, em Fafião (Cabril). 

Alma Mater

No dia do 80º aniversário do Padre Fontes (22 de fevereiro de 2020), o Ecomuseu de Barroso inaugurou a exposição permanente Alma Mater. Trata-se de uma visão biográfica que acompanha o trajeto de vida do mais importante e estimado barrosão do nosso tempo. O projeto tem como objetivo dar a conhecer a figura ímpar de António Lourenço Fontes. A vertente humana e religiosa, a veia jornalística e literária, bem como o seu trabalho antropológico e etnográfico entrecruza-se de forma subtil, desvendado um homem que é, essencialmente, um provocador e um agitador de consciências.